Home Governo de Portugal DGPC Home UNESCO
English Version

D. Afonso Henriques (c.1109 - 1185)

D. Afonso Henriques, filho de D. Henrique de Borgonha e da infanta D. Teresa de Leão, nasce em Coimbra em 1109. Durante a sua infância advém o falecimento prematuro de seu pai e é D. Teresa quem fica regente do condado de Portucale.
 
Já adolescente, Afonso Henriques mostra-se adverso à política governativa de sua mãe, favorável aos Travas da Galiza. Vive afastado da corte de sua mãe e em 1122 arma-se cavaleiro em Zamora. Os confrontos com sua mãe culminam em 1128 com a batalha de S. Mamede perto de Guimarães, onde as suas hostes saem vitoriosas sobre as de D. Teresa e do conde galego. A seguir, Afonso Henriques auto proclama-se rei, afirmando assim a sua independência face ao reino de Leão. Portucale, ou Portugal, será reconhecido como reino por Afonso VII de Lião em 1143.
 
Afonso Henriques confirma aos Templários as doações que sua mãe anteriormente lhes fizera e lhes acrescenta muitas mais. Das novas doações ressalta a do Termo de Ceras, vasto território a meia distância entre Santarém e Coimbra, onde os Cavaleiros fundaram o castelo e vila de Tomar, que será a comenda principal do Templo em Portugal.
 
A Santa Sé virá a reconhecer a realeza de Afonso Henriques apenas em 1179, seis anos antes da sua morte que se dá em Coimbra, cidade onde nascera.
 
Afonso Henriques permanecerá como Rei fundador da nossa nacionalidade e figura mítica da História de Portugal.

rss